Weby shortcut
Vereadores e professor Jesiel com Moção de Aplauso

Vereadores de Goiânia declaram apoio à UFG e fazem homenagem a pró-reitor

Criada em 22/11/19 12:37. Atualizada em 22/11/19 16:43.

Professor Jesiel Carvalho recebeu Moção de Aplauso pela contribuição da UFG para o desenvolvimento tecnológico e a inovação no Estado de Goiás.

Vereadores de Goiânia de diversos partidos ressaltaram a importância da UFG e defenderam mais recursos para a Universidade. As manifestações de apoio ocorreram após a apresentação feita pelo pró-reitor de Pesquisa e Inovação da UFG, Jesiel Freitas Carvalho, de indicadores e alguns exemplos de estruturas, ações e pesquisas da UFG voltadas ao desenvolvimento tecnológico e à inovação, nessa quinta (21/11), na tribuna da Câmara Municipal de Goiânia.

A cerimônia foi concluída com a entrega de Moção de Aplauso ao pró-reitor pela contribuição da UFG para o desenvolvimento tecnológico e a inovação no Estado de Goiás. A iniciativa da homenagem partiu da Frente Parlamentar em Defesa da Universidade Federal de Goiás, Instituto Federal Goiano e Instituto Federal de Goiás, composta pelos vereadores Anselmo Pereira, que a preside, Dra. Cristina, Denício Trindade, Gustavo Cruvinel e Lucas Kitão.

Defesa da UFG

A presença constante da Universidade Federal de Goiás na Câmara, nesta legislatura, foi destacada pelo vereador Denício Trindade (SSD). “Isso para esta casa é uma honra e uma responsabilidade muito grande. Espero que esta Frente Parlamentar permaneça e lute pela UFG e pelos institutos federais.”

O investimento em pesquisa e inovação pode gerar economia de milhões de reais. É o que defende o vereador Anselmo Pereira (PSDB), 2º secretário da Câmara e presidente da Frente Parlamentar em Defesa da UFG, IFGoiano e IFG. “Há um tratamento equivocado nesse governo em relação ao que é a universidade para as nossas cidades e por que não dizer para o nosso País. As universidades estão a serviço da economia, do social, da saúde.”

O vereador Gustavo Cruvinel  (PV) conclamou os vereadores a destinarem emendas para a UFG e para o Parque Tecnológico Samambaia da Universidade. “Estamos aguerridos para que saia o convênio entre a Prefeitura e a UFG. Hoje não vivemos mais sem tecnologia e inovação.”

A vereadora Dra. Cristina (PSDB) afirmou que este é o momento de aglutinar forças em torno da UFG e também sugeriu que emendas sejam destinadas à Universidade. “Pela apresentação dos dados, vemos o tanto que a universidade é forte, o tanto que ela é fundamental para o Estado de Goiás.”  Ela também lembrou os presentes do Encontro de Egressos da UFG, que será realizado no dia 28 de novembro, às 19 horas, no teatro da Faculdade de Medicina, no Setor Universitário. A vereadora ainda convidou a todos a participarem da campanha “Minha vida sem a UFG, nem pensar” nas redes sociais da Universidade.

“A universidade tem um papel importantíssimo na nossa sociedade.” Essa é a opinião do vereador Paulo Magalhães (PSD), 3º secretário da Câmara. Ele também informou que os vereadores têm buscado se  reunir com a bancada federal para sugerir que eles aumentem as emendas para a universidade, principalmente na parte de pesquisa.

O vereador Andrey Azeredo (MDB) lembrou que seu bisavô foi aluno da primeira turma de Direito da universidade. Cem anos depois, Azeredo fui aluno da mesma faculdade. “Esta casa tem dado um apoio incondicional à UFG. Conte conosco com a defesa intransigente da UFG. Ela é uma instituição dos goianos. Pertence a nós e temos que cuidar dela como muito empenho e dedicação.” Já o vereador Lucas Kitão (PSL) parabenizou toda a Universidade Federal de Goiás. “Ela tem o nosso apoio e sempre terá. O nosso reconhecimento também.”

Indicadores e ações da UFG

A UFG conta hoje com 29 mil estudantes em 155 cursos de graduação, 110 cursos de pós-graduação (mestrado e doutorado), com aproximadamente 4.500 estudantes, e 82 cursos de especialização, com aproximadamente 6 mil estudantes. Em termos de artigos científicos em revistas indexadas internacionalmente, houve um crescimento de 83 artigos por ano em 2000 para 1.620 artigos em 2018. Considerando as publicações internacionais e nacionais, a universidade produziu 3.420 artigos científicos em 2018. Esses foram alguns dos dados apresentados por Jesiel Carvalho.

O pró-reitor também falou sobre a Mostra UFG de Inovação, sobre a implantação do Parque Tecnológico Samambaia e sobre o Centro Regional para o Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (CRTI), que atende hoje 213 empresas e 29 unidades acadêmicas, não só do Estado, mas do país como um todo. Jesiel ainda destacou o papel da UFG na Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento do Setor Sucroenergético (RIDESA), responsável hoje pelas variedades de mais de 60% da área cultivada no Brasil, com produtividade 40% maior do que as variedades tradicionais.

O Centro de Empreendedorismo e Incubação (CEI) da UFG e a Rede IPE lab de laboratórios de prototipagem e empreendedorismo que está sendo implantada na Universidade também foram destacados pelo pró-reitor. Ele ainda apresentou alguns exemplos de pesquisas da UFG com grande impacto tecnológico que foram destaque na mídia nacional recentemente.

“Gostaríamos de enfatizar que a UFG é uma instituição federal, mas é do Estado de Goiás, que está a serviço da educação, da ciência, da cultura, do desenvolvimento tecnológico, econômico e social de Goiás”, salientou Carvalho. O pró-reitor também afirmou que a UFG sempre conta com o apoio da Câmara Municipal de Goiânia e a UFG está sempre aberta para atender, para apoiar no que for necessário em prol do desenvolvimento de Goiânia e do Estado de Goiás. Sobre a possibilidade de direcionamento de emendas à Universidade, Jesiel Carvalho declarou que será uma honra contar com o apoio dos vereadores.

Professor Jesiel Carvalho na tribuna da Câmara Municipal de Goiânia

Vereadores e professor Jesiel Carvalho com certificado de Moção de Aplauso

(Texto: equipe PRPI. Fotos: Jéssica Carvalho)

Categorias: NOTÍCIAS Pró-Reitoria de Pesquisa e Inovação